Mais Ansiedade

Num dia sofro com tudo
No outro choro por nada
Esmorece a ânsia de tomar a estrada
Reaparece o semblante sisudo

Calo em mim a voz
Que grita de aflição
Calo-a por nós
Para fim desta autocomiseração

Ó tristes, os que penumbram
Os que tombam com pouco
Ó infelizes, os que julgam
E nos zombam como a um louco

Eles ignoram! Mas esta dor,
Não é passível de medições
Só quem passa por este tremor
Sabe a intensidade de tais desolações

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.