Se isto é um Homem

Entre ódios gritantes e inquietudes desconcertantes
Acérrima hipocrisia que vangloria os poderosos
Dúbia piedade para quem neste mundo
Teve a infeliz ideia de se apresentar moribundo
Qual vagabundo aquém dos ideais supérfluos
Desta triste sociedade repleta de pedantes
Se isto é um Homem…

Entre infames simpatias enchem-se os ignorantes
De peito cheio rejeitam acolher os tenebrosos
Encarando-os como algo um quanto imundo
Refutam o resgate dos que jazem no fundo
Mas soltam louvores a outro tipo de indivíduos
Daqueles que se afirmam como predominantes
Se isto é um Homem…

Entre fingidas alegrias e vénias arrogantes
Acenam mormente aos audazes caprichosos
Munidos de inveja e maledicência neste mundo
Auspiciam o lugar de quem aparenta ter tudo
Porquanto, seja entre os valorosos ou ingénuos
Nesta vil sociedade dominam os intolerantes
Se isto é um Homem.

Nota: Longe de ser uma qualquer cópia, ou aspirar a suster-se da mesma qualidade de Primo Levi, apenas o título deste poema foi inspirado no nome da obra “Se isto é um Homem”, do autor italiano.

 

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.