Desnorteios do tempo

Desnorteios perdidos nos tempos
Calvários lacrimejados de tensão
Desvios e tristes contratempos
Negrume e presságio de solidão

Tormenta lançada ferozmente ao rio
Afogamo-nos em entorpecimentos
Aura desconecta d’Eu sombrio
Sepultura coberta em mil lamentos

Tentamos e falhamos sucessivamente
Num complexo universo traiçoeiro
Sombras de um mundo alcoviteiro

Cemitério poeirento e abandonado
Desnorteios de perpetuidade
Cova funda calejada pela saudade.

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.