Aos de maus instintos

Não olhes para mim
Não atentes no que faço
Não fales sobre mim
Não me vires a cara
Não finjas que não me conheces
Não lances faíscas de maldizer

Mas…
           Agora a sério…

Olha para mim à vontade
Atenta naquilo que faço
Fala em português, galego ou castelhano
Mas fala sobre mim com verdade
E força! Vira-me lá a cara
Finge, e torna a fingir, que desconheces
E lança as tuas chispas de tom insano

Podem fazer o que vos apetecer
                  Não quero nem saber.

Sou eu quem cuida do meu ser
                            e
Se és um desses, de maus instintos, vai-te foder!

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.