Prelúdio de nada (Parte II)

O tempo passa velozmente. Cedo nasce o sol e depressa se levanta a lua. Sucedem-se os dias, meses e anos. Sucedem-se as estações. Uma sucessão de sucessões sem fim, mas nem damos pelo tempo passar. Observamos as divagações nas cores das pinturas que moldam as paisagens. Mostramos mais, ou menos pele, consoante os graus que se fazem sentir. O ano começa e termina como um sopro de vento. Um vento que vagueia de norte a sul. Sopra o vento e torna a soprar, tanto que nem damos pelo tempo passar.

Celebramos todas as festividades: as nossas, as dos outros e aquelas que fingimos acreditar. Damos as boas-vindas ao Carnaval, à Páscoa e deliramos com o Natal. Perdoem-me, deliram, estas efemeridades perderam o valor que tinham para mim. Mas retomando, todos estes expoentes sazonais nada mais são do que representações concretas e visíveis do tempo a passar. O tempo que passa tão velozmente, que nem damos pelo tempo passar.

A cegueira que declina a natural evolução dos diferentes estados de Cronos conhecerá certo dia um vislumbre. Não de regozijo ou exaltação, mas de angústia e exasperação. Um dia vamos todos acordar deste entorpecimento que rejeita o tempo, contudo acordaremos sozinhos. Procuraremos os rostos do amor, os rostos do carinho, os rostos da amizade, os rostos dos vizinhos e os rostos dos conhecidos que não cumprimentávamos. Apenas teremos os rostos dos desamores, os rostos da tristeza, os rostos da desilusão, os rostos das ruínas e os rostos dos desconhecidos que queremos agora cumprimentar.

O tempo passa velozmente. Sopra como o vento, mas quando sopra não volta para trás. Não há um regresso ao ponto de partida de outrora. Não há um rebobinar na cassete para dizer tudo o que ficou perdido em meias palavras, em cartas que não chegaram; em chamadas que ficaram por fazer. O tempo passa e tudo leva. O real deixará de o ser. Transformar-se-á em poeira de saudade. Contemplemos o tempo enquanto resta tempo. Choro neste prelúdio de nada, em cima desta poeira de saudade, que antes foi certeza de tudo.

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.