Livraria Lello: Do epíteto de mais bela do mundo à saga Harry Potter

Nos últimos anos, a Livraria Lello tornou-se num local de paragem obrigatória para os milhares de turistas que visitam a cidade do Porto. Considerada várias vezes umas das mais belas livrarias do mundo por publicações internacionais, incluindo a célebre Lonely Planet, o espaço é também alvo de frequente peregrinação dos fiéis adeptos da saga “Harry Potter”.

Lello & Irmão, mais de um século de história

Hoje em dia, o número 144 da Rua das Carmelitas, no Porto, quase dispensa apresentações. No entanto, a história da Livraria Lello está longe de se resumir ao boom turístico da era pré-Covid. De facto, o espaço conta nada mais nada menos do que com 115 anos, assinalados a 13 de janeiro de 2021, com a mudança de cor da famosa escadaria vermelha para tonalidades cinza e amarelo.

Com mais de um século de vida, as origens da Livraria Lello remontam a 1881, quando os irmãos José e António Lello abriram no Porto, um estabelecimento dedicado ao comércio e à edição de livros. Primeiramente, os irmãos instalaram-se na Rua do Almada, só mais tarde, em 1894, José Lello – apaixonado pelo mundo da Literatura e da Cultura, em geral, – comprou a Livraria Chardron juntamente com todo o seu espólio, que incluía as primeiras edições de obras sonantes de Eça de Queirós ou de Camilo Castelo Branco.

Em 1906, por fim, deu-se a inauguração oficial da Livraria Lello, como hoje a conhecemos. O momento foi celebrado no Porto, com toda a circunstância que a ocasião merecia, num ambiente repleto de figuras relevantes da sociedade, incluindo nomes como os escritores Guerra Junqueiro e Júlio Brandão, ou ainda Aurélio Paz dos Reis, personalidade do cinema em Portugal.

Livraria Lello, arquitetura que inspira

Não é à toa que a Livraria Lello é considerada uma das mais belas do mundo; por dentro e por fora, o edifício tem a capacidade de impressionar qualquer um, até aqueles menos adeptos das artes livrescas. Em tudo isto há um fator essencial: a arquitetura do espaço, da autoria de Francisco Xavier Esteves, que estudou na Academia Politécnica do Porto.

Na fachada do prédio neogótico destacam-se duas figuras, que simbolizam a Arte e a Ciência. No interior evidencia-se a madeira talhada, as colunas douradas e os tectos ornamentados. As altas estantes dos livros estão distribuídas por dois pisos ligados por uma escadaria, outrora vermelha, iluminada por um vitral. De resto, a escadaria é mesmo um dos elementos arquitectónicos mais conhecidos da Livraria Lello; todos os turistas que aí afluem não perdem a oportunidade de registar o momento para a posteridade.

Harry Potter e J.K. Rowling: Uma saga dentro e fora dos livros

O nome da Livraria Lello ascendeu ainda mais às luzes da ribalta, quando foi associado à famosa J.K. Rowling. Por todos os media surgiram rumores de que a escritora britânica se inspirou na Livraria Lello para definir as escadas da escola de magia de Hogwarts, espaço preponderante na saga “Harry Potter”.

Durante anos, J.K Rowling nunca se pronunciou abertamente sobre este assunto, até há relativamente pouco tempo, quando a autora desmentiu que a Livraria Lello tenha servido de inspiração para a sua obra “Harry Potter”. Contudo, verdade ou mentira, isso pouco importa.

Afinal, quer seja fã ou não do feiticeiro mais conhecido do planeta, quem não quer entrar e admirar de perto este verdadeiro ‘templo dos livros’?!

Fonte do artigo:

Livraria Lello

Entrarei em contacto, assim que possível.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.