«O Rouxinol»: Cantar o amor em tempos de guerra

Nos anos 30, as memórias da I Guerra ainda permaneciam vivas em França; mas era um ponto onde ninguém queria voltar. No ambiente boémio citadino, ou na pacatez do campo, entre casas e famílias desfeitas, os franceses seguiam em frente; uns construíam um novo lar, outros minoravam a dor no álcool. Em qualquer um dos … Continue reading «O Rouxinol»: Cantar o amor em tempos de guerra

Flâneur: Degustar a liberdade entre livros e cafés

É cliché contudo, não deixa de ser verdade, o Porto está na moda. As ruas enchem-se de turistas, espaços gourmet e atividades de lazer. No entanto, dentre este reboliço mediático, é necessário saber preservar a memória, identidade e essência da cidade. Fonte de inspiração para poetas, autores e artistas de várias artes, a invicta continua … Continue reading Flâneur: Degustar a liberdade entre livros e cafés